sexta-feira, 8 de maio de 2015

RESIDÊNCIA #5

cartografias fragmentadas,
historiografia de pontos de fuga,
construções em movimento perpétuo

































Sem comentários:

Enviar um comentário